Now Playing Tracks

Um Pensamento #4

Na verdade, eu nem sei qual foi o último pensamento que escrevi, acho que foi 3 SAUHSUAHSUAHSUAHSUAHUASHSA

Do jeito que esperei, as coisas mudaram. A faculdade trouxe algo muito maior pra minha vida, me deu novos olhos pra enxergar uma nova realidade. A única coisa que não esperava era amar tão cedo de novo.

Ja fazem três anos desde uma das maiores decepções da minha vida e eu não pensava em passar por isso novamente, não tão cedo. Desacreditei à época, por mais que eu seja uma pessoa racional e entenda que é apenas uma fase, deixei de acreditar que poderia ter um relacionamento feliz na minha vida, por mais que a garota da época tivesse me mostrado como tenho sentimentos dentro de mim tão fortes quanto a minha vontade de negá-los.

Além de aprendizado para uma carreira futura, a faculdade me trouxe a segunda pessoa que mais mexeu comigo de formas que nem sei explicar com palavras. Ela é como naquelas histórias onde a garota simplesmente fisga o garoto, não há muito o que ser explicado ou avaliado. Apenas me apaixonei, apenas estou amando e apenas estou sofrendo com isso. Tudo parece ser questionável de novo, tudo o que o amor me mostra é questionável, toda a situação conturbada que criamos é questionável, menos o que sinto.

Me autoavaliei para conduzir-me à verdade e ela é tão clara quanto águas límpidas: eu amo essa maldita garota e não sei como vou lidar com outra rejeição. Acredito que ambos fizemos coisas que vamos nos arrepender depois, ambos cruzamos linhas que não imaginamos cruzar. Eu sei que ela não me ama o quanto eu gostaria que amasse e também sei que não passo tanta segurança para que ela comece a amar, mas o tempo não esta ao meu lado.

As coisas estão ficando cada vez mais complicadas ao passo que chegamos cada vez mais perto do fim do semestre. Ela não sabe mais o que sentir e eu tenho um profundo medo que tudo isso acabe, um profundo medo de me machucar mais uma vez. É fácil imaginar minha vida solitária, pois ela é assim a anos, mas quando encontro pessoas como ela, eu tenho uma motivação, eu tenho vontade de lutar, eu tenho vontade de amar.

Não há uma forma fácil de sair dessa, não há uma explicação estritamente científica para o que esta acontecendo, eu apenas estou triste, precisando de um abraço e com vontade de chorar, mas como não mudo, não tenho e não consigo, preciso estudar para o fim do semestre. Eu só posso ser otimista e acreditar que tudo vai dar certo.

To Tumblr, Love Pixel Union